Direto e reto










Fique ligado: um texto de fácil compreensão deve economizar palavras. Essa é uma das maiores dificuldades do brasileiro, acostumado a falar e escrever muito para dizer pouca coisa. Em geral, observa-se o uso desnecessário de palavras e expressões que dificultam o entendimento e têm mais a função de impressionar o leitor do que comunicar.


Ao redigir um e-mail, carta, redação de vestibular, ou no bate-papo ao celular, menos é mais. Ir direto ao ponto, interligando as ideias, é indispensável para a compreensão adequada do texto. A regra de ouro, portanto, é evitar dúvidas e interpretações ambíguas sobre a mensagem que se quer transmitir.


Por exemplo, se alguém perguntar o que é um cão, você pode responder que "é um ser de quatro patas que late", ou redigir um verdadeiro romance para definir esse animal, perdendo o foco, fugindo do ponto.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags