Livre-me de ser normal

Acordo com o post de uma cliente dizendo: - Renata, quanto aprendi com você, e que saudades das suas doideiras...Como ria com você!

Então, pensei que tudo valia a pena, quando a gente ama o que faz, quando a gente é do tamanho da alma, sem proporção, sem selfie, porque dentro do coração cabem todos os refugiados, todos eles, todos meus alunos, meus mestres, meus sonhos e minhas santas doideiras que me livram de ser normal, sempre à flor da pele...

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags